×
 x 

Carrinho vazio
Shopping cart
Carrinho vazio

Televendas: 4007-2385
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Terça, 29 Novembro 2016 12:34

Os melhores acessórios contra os roubos de carros

Avalie este item
(0 votos)

Quais os melhores sistemas de segurança de carros e motos, como escolhê-los e quanto custam, segundo o Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi)

nvestir em equipamentos de segurança para o carro pode não só diminuir riscos, mas trazer vantagens como descontos nos seguros e serviços adicionais, como indicadores de velocidade, monitoramento da localização do veículo à distância e alertas sobre a hora de fazer manutenção do carro, como a troca de óleo. O Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi) realiza, desde 2002, a avaliação técnica dos sistemas de segurança disponíveis no mercado, os bloqueadores, os rastreadores e os localizadores. Veja abaixo o que levar em conta na hora de escolher um sistema e quais equipamentos são aprovados pelo Cesvi em cada categoria:

Bloqueadores

O bloqueador é o mais básico entre os três equipamentos. Ele faz o bloqueio da ignição ou da bomba de combustível, em caso de disparo do alarme em uma tentativa de furto e também informa por meio do alarme o telefone da empresa de monitoramento, para que cheguem na central informações sobre o furto. A mensagem do alarme geralmente diz: “Este veículo está sendo roubado e é monitorado, ligue para 0800…”.

Segundo o Cesvi, o bloqueador tem um custo médio de 1.000 reais, cobrado pela compra do equipamento e a instalação no veículo. Tem também uma mensalidade, que custa em média 40 reais.

Paulo Roberto Weingortner Jr., analista técnico do Cesvi, avalia que a taxa de retorno deste equipamento é baixa. “O problema é que não dá para saber onde está o veículo, a não ser que alguém escute a mensagem e ligue para informar a localização. E, apesar do bloqueio da partida do carro, se for um bandido mais experiente ele sabe como desativar o equipamento”, explica.

Ainda que o aparelho não seja o mais eficiente entre os três disponíveis, segundo Weingortner, ele ajuda a diminuir o risco de furtos e é o que tem o menor custo.

Equipamentos certificados pelo Cesvi: Bloqueador Car System NS (Car System), Graber Bloqueador (Graber Rastreamento) e Bloqueador RDLink Pósitron (Pósitron Rastreadores).

Critérios de avaliação: Estrutura da empresa, sua central de atendimento, a forma de comunicação usada, a qualidade da instalação e principalmente a eficiência do produto.

Localizadores

A principal função do localizador, como o nome sugere, é informar onde o carro furtado ou roubado está localizado. Esta localização é feita a partir do momento que o motorista percebe que o carro foi roubado e aciona a central de monitoramento da empresa que vendeu o produto. Ao ser informada, a central envia uma equipe ao local onde está o carro para poder visualizá-lo e avisar a polícia sobre a localização exata. Alguns dos equipamentos também possuem bloqueio de ignição, mas são a minoria.

“Quando o cliente liga para a central e o localizador é acionado, ele emite ininterruptamente um sinal via rádio passando a localização do carro. A desvantagem é que ele só avisa onde o carro está depois que é acionado. O sistema não tem um histórico e por isso não é possível saber onde o carro foi roubado e os caminhos que percorreu”, explica o analista do Cesvi.

Ele avalia que o produto tem retornos mais satisfatórios do que o bloqueador pela capacidade de localizar o carro, mas é um pouco menos eficiente que o rastreador, que possui uma tecnologia mais avançada (veja detalhes no próximo item).

O valor médio do equipamento é de 1.000 reais e a mensalidade média varia entre 50 e 60 reais.

Equipamentos certificados pelo Cesvi: Sascar Loc RF (Sascar Tecnologia e Segurança Automotiva) e Tracker Auto (Tracker).

Critérios de avaliação: Estrutura da empresa, sua central de atendimento, a forma de comunicação usada, a qualidade da instalação, eficiência do produto e aplicação correta do localizador, de forma que eles não sejam facilmente detectados e desativados pelos ladrões.

Rastreadores

O rastreador é o mais avançado entre os três sistemas. Ele tem o mesmo objetivo do localizador, de informar ao motorista onde o carro roubado está localizado, mas tem a vantagem de permitir a consulta da localização do carro mesmo que o motorista não tenha ativado a central de atendimento.

Dessa forma, o motorista pode saber exatamente onde o veículo foi roubado e por onde ele passou em qualquer momento. “No rastreador, o acompanhamento é bem mais apurado do que no localizador, porque ele tem um histórico de armazenamento. O rastreamento é feito por uma antena de GPS e a comunicação é feita via celular”, explica Weingortner.

O equipamento custa entre 6.000 e 10.000 reais e as mensalidades partem de 250 reais. Segundo o analista do Cesvi, pagando um valor adicional de 10 a 15 reais, os rastreadores também podem oferecer serviços adicionais como o monitoramento da localização do carro pela internet, o monitoramento da velocidade percorrida e alertas sobre a o momento em que o carro deve passar por manutenções como troca de óleo e de pneus, de acordo com a quilometragem do veículo. “É possível, por exemplo, que um pai veja onde o seu filho andou com o carro e a velocidade que ele percorreu”, explica.

Equipamentos certificados pelo Cesvi: Autocargo GPRS (Alarme & Cia), Continental VDO (Alltech), BR Lock GPS/GPRS (BR Lock Securit), Rastreador GSM/GPRS Car System (Car System), CEABS GSM (CEABS), Auto Cargo GPRS (CELTEC), CIELOCEL (Cielo Telecom), Engetrack (ENGESEG Rastreamento), GOCLOG GSM (FOCLOG Rastreadores), Graber Rastreador Light (Graber Rastreamento), Autocargo GPRS (GSR Top Safe), Autocargo GPRS (Ipanema), Link Auto (Link Monitoramento), LocSat AVL GPS V (LocSat), LR 800 (Logikos), LOGOSNET (Logos), RENATRACK (MF Segurança), Mirus Veicular (MIrus Rastreamento), MXT 150/151 (Nusa), Rastreador Pósitron GPRS/GPS com ou sem alarme (Pósitron Rastreadores), MXT 150 (Reforce), Sascar GPS/GSM/GPRS (Sascar Tecnologia e Segurança Automotiva), Karitec (Sat Plus), Autocargo GPRS (Servnac), SIM 300K (SIM Track), SpySat GSM (SpySat Rastreamento), STV Segurança (STV Segurança), Suntech (SUHAI Rastreamento), Telefônica GSM (TESB), TS Blocker 5000 (TotalSat), MFA City (Veltec), Vigauto (Vigauto), MST 150/151 (Volpato Rastreamento).

Critérios de avaliação: Estrutura da empresa, sua central de atendimento, a forma de comunicação usada, a qualidade da instalação, eficiência do produto e aplicação correta do rastreador, de forma que eles não sejam facilmente detectados e desativados pelos ladrões.

Descontos no seguro

O Cesvi não possui informações sobre a diminuição da incidência de roubos de carros que fazem a instalação dos equipamentos, mas uma boa medida sobre a eficácia dos produtos pode ser o desconto oferecido pelas seguradoras a veículos que têm os sistemas. “Quem tem os equipamentos ganha descontos de 5% a 30% do valor do seguro. O desconto varia de acordo com o equipamento e se a seguradora tem parceria com a empresa que vendeu o produto”, explica o analista do Cesvi.

Motos também podem ser protegidas

O Cesvi também certificou bloqueadores, localizadores e rastreadores para motos. Veja os modelos certificados:

Bloqueadores: Graber Bloqueador Moto (Graber Rastreamento), Bloqueador RDLink Pósitron com e sem alarme (Pósitron Rastreadores).

Localizadores: Tracker Moto (Tracker).

Rastreadores: Graber Rastreador Light Moto (Graber Rastreamento), Pointer Cellocator Cello F (Pointer Brasil), Rastreador Pósitron GPRS/GPS Selado (Pósitron Rastreadores) e Sasmoto GPS/GSM/GPRS (Sascar Tecnologia e Segurança Automotiva).


Fonte: http://exame.abril.com.br/

Lido 1213 vezes

Mais lidas

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e promoções.

Onde Estamos

Endereço:
Avenida Guarapari, 37, Edifício Workshop, Santa Amélia, Belo Horizonte-MG
CEP: 31.560-300

E-mail:
contato@e-novatebrasil.com.br

Atendimento:
Seg. a Sex. das 8hs às 18hs
Telefone: 4007-2385

Parceiros